Quando chamar o SAMU

O SAMU é o serviço de atendimento móvel de urgência e emergência 192 que atende a população, em residências, locais de trabalho e vias públicas. A equipe SAMU é formada por técnicos em enfermagem, condutores-socorristas, enfermeiros e médicos. 

Saiba quais os casos que o SAMU 192 deve ser acionado:

  • Acidentes / traumas com vítimas;
  • Choque elétrico;
  • Falta de ar intensa;
  • Suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns);
  • Afogamentos e engasgo;
  • Intoxicação ou queimaduras graves;
  • Trabalhos de parto em que haja risco de morte para a mãe e para o feto;
  • Tentativas de suicídio;
  • Urgências psiquiátricas;
  • Vítima inconsciente;
  • Em casos de intoxicação exógena ou envenenamento;
  • Na ocorrência de maus tratos;
  • Crises hipertensivas; dores no peito de aparecimento súbito;
  • Acidentes com produtos perigosos;
  • Agressão por arma de fogo ou arma branca;
  • Soterramento, Desabamento;
  • Crises Convulsivas;
  • Na transferência inter-hospitalar de doentes graves;
  • Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

Quando NÃO chamar o SAMU:

  •  No transporte para realização de exames;
  • Transporte para internação hospitalar;
  • Nas situações clínicas não urgentes (dor lombar crônica, febre baixa, problemas crônicos de saúde etc.);
  • Em situações em que existe a condição de deslocamento por meios próprios ao atendimento hospitalar.

Nos casos que NÃO haja caracterização de urgência ou emergência, o paciente poderá ser encaminhado ao posto de saúde ou então as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) mais próximas, através do contato com o médico-regulador pelo 192.

No caso de acidentes:

  • Sinalize a via com triângulo de sinalização ou materiais alternativos como galhos de arvore.
  • Não toque nas vítimas, a não ser que esteja habilitado para tal.
  • Verifique a quantidade de vítimas, o estado de consciência delas e se alguma delas está presa ás ferragens.
  • Ligue para o 192 e siga as orientações do Médico Regulador.
  • Em caso de acidente com motos não retire o capacete da vítima.
  • Não dê água aos acidentados.
Font Resize